Congresso de Ensino/ Aprendizagem das Artes na América Latina: COLONIALISMO E QUESTÕES DE GÊNERO

Por Faeb,

Idealizado pela educadora Ana Mae Barbosa, o “Congresso de Ensino/Aprendizagem das Artes na América Latina: Colonialismo e Questões de Gênero ” pretende intensificar e ampliar a reflexão e as ações de combate à colonização cultural, econômica, educacional e emocional enfrentada pelos países da América Latina.

Por meio de conferências, mesas temáticas e debates, o objetivo é valorizar nossa cultura e nossa história, incluindo as questões de raça, gênero e classe, com vistas à formação de cidadãos conscientes de seu papel na sociedade, através do diálogo dos diversos agentes envolvidos com o ensino e aprendizagem de arte, participantes de instituições de ensino e pesquisa e de instituições culturais.

Data: 23 a 25 de abril de 2019
Local: SESC Vila Mariana Rua Pelotas, 141. São Paulo. CEP: 04012-000

Maiores informações no site do Sesc Vila Mariana

 

 

Programação (sujeita à alteração)

Terça-feira (23/4)

9h30 – Credenciamento

10h – Abertura com homenagem a Victor Kon. Com Ana Mae Barbosa e Salomon Azar

10h30: Conferência “Colonialismo versus diálogo internacional. Como evitar a imposição de ideias fora do lugar?” Com Ramon Cabrera (Cuba)

12h – Intervalo

13h30 às 15h30 – Mesas 
Mesa 1: “O Colonialismo Cultural e emocional aliado a questões de gênero, raça, classe social e códigos hegemônicos de Cultura”. Com Fabio Rodrigues (Brasil), Vitória Amaral (Brasil) e Nora Merlin (Argentina)

Mesa 2: “Epistemologias Pedagógicas Decolonizadoras”. Com Fernanda P. Cunha (Brasil), Eduardo Moura (Brasil), Patricia Raquimán (Chile)

16h às 19h – Debates 
Debate 1 (Parte I): “Colonialismo versus diálogo internacional. Como evitar a imposição de ideias fora do lugar? O Colonialismo Cultural e emocional aliado a questões de gênero, raça, classe social e códigos hegemônicos de Cultura”

Debate 2 (Parte I): “Que História da Arte queremos conhecer e que História do Ensino da Arte estamos construindo? O que aprendemos a respeito das diferenças entre polivalência e interdisciplinaridade?”

Debate 3 (Parte I): “De que revolução em Arte/Educação estamos precisando? Advocacia das artes no nosso sistema disciplinar de ensino: de que maneira defender as Artes como componentes obrigatórios”

19h às 20h – Ações Poéticas (programação integrada)

 

Quarta-feira (24/4)

9h30 – Credenciamento

10h às 12h – Mesas
Mesa 1: “Que História da Arte queremos conhecer e que história do Ensino da Arte estamos construindo?”. Com Renata Felinto (Brasil), Pedro Pablo Gómez (Colômbia) e Luis Errázuriz (Chile)

Mesa 2: “Leitura da Imagem não Europeia”. Com Juliana Bevilacqua (Brasil), Rocio Polania (Colômbia) e Mirella dos Santos Maria (Brasil)

12h – Intervalo

13h30 às 15h30 – Conferência “Criança se nasce”: as crianças e a cidade Com Chiqui González (Argentina)

16h às 19h – Debates 
Debate 1 (Parte II): “Colonialismo versus diálogo internacional. Como evitar a imposição de ideias fora do lugar? O Colonialismo Cultural e emocional aliado a questões de gênero, raça, classe social e códigos hegemônicos de Cultura”

Debate 2 (Parte II): “Que História da Arte queremos conhecer e que História do Ensino da Arte estamos construindo? O que aprendemos a respeito das diferenças entre polivalência e interdisciplinaridade?”

Debate 3 (Parte II): “De que revolução em Arte/Educação estamos precisando? Advocacia das artes no nosso sistema disciplinar de ensino: de que maneira defender as Artes como componentes obrigatórios”

19h às 20h – Ações Poéticas (programação integrada)

 

Quinta-feira (25/4)

9h30 às 10h – Credenciamento

10h às 12h – Mesas

Mesa 1: “Políticas culturais e consciência decolonial”. Com Mario Méndez (México), Ilana Goldstein (Brasil) e Ethel Batres (Guatemala)
Mesa 2: “Mulheres Pioneiras em Arte/Educação decolonizadora”. Com Amanda Pacotti (Argentina), Fernando Azevedo (Brasil) e Everson Melquíades (Brasil)

12h – Intervalo

13h30 às 15h30 – Conferência “De que revolução em Arte/Educação estamos precisando?”. Com Luis Camnitzer (Uruguai)

16h – Plenária